Triclosan: bom pros médicos, não pro seu sabonete!


Triclosan é o nome de um poderoso bactericida usado em vários produtos cosméticos. Sabonetes líquidos, principalmente, mas pode ser encontrado numa variedade enorme de produtos: desodorantes, pasta de dente e desinfetantes, entre eles. Foi criado por médicos pra desinfectar as mãos e pra limpeza. A princípio ele elimina uma enorme quantidade de bactérias. A princípio isso até nem parece ruim, Mas... Pra começar bactérias não são TODAS nocivas. Além disso, bactérias evoluem em poucas gerações ficando muito mais resistentes aos anti-bióticos. Você já deve ter ouvido essa estória antes. Pois é exatamente isso que está acontecendo com o triclosan na água que a gente descarta depois do uso desses produtos. Isso significa que o triclosan está CONTAMINANDO a água em volta da gente. E esta contaminação esta criando bactérias muito mais resistentes. Assustador, né? Mas os males deste ingredientes não param aí. Este "querido demônio" é extremamente TÓXICO pras algas! E muito provavelmente pra outras criaturas marinhas, pra onde vai a água "suja" que nós usamos. Além disso foi mostrado cientificamente que o triclosan se acumula no nosso corpo (ui!), nos tecidos gordurosos. E que está presente em 3 de 5 amostras de leite materno (Ai, meu deus, os bebês!). Há evidências que relacionam o triclosan à disfunções hormonais, particularmente na tireóide, e nos receptores de estrogênio e androgênio. Se você precisava de algum motivo para ler a bula dos seus produtos e jogar fora os que contém triclosan, aqui vai uma lista de artigos que você pode conferir e saber mais sobre isso. Na dúvida, eu pararia de usar, porque o que não falta é produtos naturais com o mesmo resultado e sem nenhum impacto.

ATUALIZAÇÃO (08/09/2016): O FDA proíbiu a adição de triclosan nos sabonetes, pelos motivos mencionados nesses tantos artigos abaixo e no meu texto. Lição aprendida: melhor a gente tomar muita conta mesmo, pq isso ficou aprovado por muito tempo enquanto a gente se intoxicava!

http://hypescience.com/seu-sabonete-bactericida-esta-criando-superbacterias/ http://safecosmetics.live2.radicaldesigns.org/article.php?id=718 i. Zorrilla, L., et al (2009). The effects of Triclosan on Puberty and Thyroid Hormones in Male Wistar Rats. Toxicological Sciences. 107(1) 56-64. ii. Ahn et al (2008). In Vitro Biologic Activities of the Antimicrobials Triclocarban, Its Analogs, and Triclosan in Bioassay Screens: Receptor-Based Bioassay Screens. Environ Health Perspectives. 116(9): 1203–1210. iii. Heath, R., et al (2000). Inhibition of the Staphylococcus aureus NADPH-dependent enoyl-acyl carrier protein reductase by triclosan and hexchlorophene. Journal of Biological Chemistry. 275: 654-59. iv. Aiello, A.E., et al (2005). Antibacterial Cleaning Products and Drug Resistance. Emerging Infectious Diseases. 11(10). v. Levy, S.B. (2000). Antibiotic and antiseptic resistance: Impact on public health. Pediatric Infectious Disease. 19(10): S120–2. vi. Yazdankhah, S.P., et al (2006). Triclosan and antimicrobial resistance in bacteria: An overview. Microbial Drug Resistance-Mechanisms Epidemiology and Disease. 12(2): 83-90. vii. Davies, A.J., Maillard, J.Y. (2001). Bacterial adaptation to biocides: the possible role of `alarmones'. Journal of Hospital Infection. 49(4). viii.SCCS (Scientific Committee on Consumer Safety), Preliminary opinion on triclosan antimicrobial resistance), 23 March, 2010. European Commission, Brussels. ix. Adolfsson-Erici, M., M. Pettersson, J. Parkkonen, and J. Sturve (2002). Triclosan, a commonly used bactericide found in human milk and in the aquatic environment in Sweden. Chemosphere. 46: 1485-1489. x. Allmyr, M., et al. (2006). Triclosan in plasma and milk from Swedish nursing mothers and their exposure via personal care products. Science of The Total Environment. 372(1): 87-93. xi. Greenpeace and WWF. 2005. A Present for Life: Hazardous chemicals in umbilical cord blood. Available from: http://eu.greenpeace.org/downloads/chem/Umbilicalcordreport.pdf. xii. Calafat, A., et al. 2008. Urinary Concentrations of Triclosan in the U.S. Population: 2003–2004. Environ Health Perspect 116:303–307. xiii. U.S. Centers for Disease Control and Prevention (CDC) (2010). Fourth National Exposure Report, Updated Tables, July 2010. Available online at http://www.cdc.gov/exposurereport/pdf/Update_Tables.pdf; accessed Aug. 13, 2010. xiv. Adolfsson-Erici, M., et al. 2002. Triclosan, a commonly used bactericide found in human milk and in the aquatic environment in Sweden. Chemosphere 46:1485-1489.

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Cosmética consciente  | cosmética natural | Sustentabilidade  |  DIY  | cosmética artesanal  |  Slow Beauty  | Beleza Sustentável  | Cosmetica criativa