Óleos não são todos iguais

1 Jun 2015

 

Tenho visto pela rede muita confusão entre óleos vegetais e essenciais (sem mencionar óleo mineral, que já falei aqui), como eu faço essa cruzada pela informação natureba, escrevo este post pra esclarecer.

Óleos minerais: como eu já escrevi melhor nesse outro post, são óleos derivados de fontes MINERAIS, como o petróleo, por exemplo. Essa classe de produtos normalmente aparecem nos rótulos como parafinas, óleos minerais, vaselinas. Todos derivam de fontes NÃO RENOVÁVEIS, e não são absorvidos pela pele, são exatamente como plásticos. Caso raro em que são úteis são para tapar queimaduras no rosto (que não podem ser cobertas por ataduras, etc), pois como não são absorvidos fazem uma camada protetora onde nada entra e nada sai. Foram usados na cosmética por serem incolores, inodores, e terem uma vida de prateleira longa, ou seja duram e não tem riscos de estragadar, mesmo indo de um lado do globo pra outro.

Óleos vegetais: São óleos feitos das partes oleosas dos vegetais, como as sementes, cascas, por diversas técnicas de extração: prensagem à frio ou quente, extração química, são algumas delas. A maioria deles é comestível, com isso também, absorvidos pela pele. A variedade é imensa, e cada um deles tem propriedades, cores, cheiros, consistências e usos diferentes. São um mundo de possibilidades para pele, pro cabelo, pra alimentação. Como a maioria das vitaminas é liposolúvel são eles que carregam para dentro do nosso corpo boa parte dos nutrientes que precisamos, tanto externa (uso na pele) quanto internamente (pela alimentação). A jóia que a natureza oferece pra gente.
Cada pele e parte do corpo se beneficia com um ou outro tipo de óleo: desde os mais leves como Chia, Hemp, até mais densos como Oliva, Amendoas, etc... 

Óleos essenciais: Existem algumas maneiras de extrair óleos essenciais, as principais são por destilação, extração por meio de solventes. Extremamente mais voláteis e aromáticos do que os outros dois tipos. São retirados das partes menos oleosas das plantas: folhas, pétalas, sumos, e por isso o porcesso de extração é muito mais difícil e custoso. Carregam o "perfume" e a "essência" dessas plantas.

Como esses extratos aromático carregam as propriedades das plantas, substituem o uso da própria nas misturas. Seus usos medicinais, além é claro do uso como perfume, são conhecidos e usados há muitos séculos. Deles deriva uma ciência chamada Aromaterapia, que estuda as propriedades e os usos de cada um dos vários OE existentes. Correntes da aromaterapia os usam até por via oral, embora normalmente seu uso não seja recomendado por esta via.

 

A mistura de óleos essenciais e vegetais é sempre uma boa opção pra nutrir e cuidar da pele (obviamente que depende dos óleos, da pele e do que se quer deles).

Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Cosmética consciente | consumo consciente | cosmética natural | Sustentabilidade  |  DIY  | cosmética artesanal  |  Slow Cosmetics  | Beleza Sustentável  | Slow Beauty