Óleos Essenciais: o que são

15 Sep 2016

Já escrevi aqui sobre os diversos tipos de óleos que podemos encontrar e o que pode e deve ser usado numa receita de cosmético caseiro. Os óleos essenciais são.... essenciais!

Além de usados para perfumar, eles carregam a essência e uma porção de propriedades das plantas para a fórmula. A aromaterapia e os conhecimentos de aromologia podem ajudar a escolher a melhor combinação de óleos pra sua formulação.

 

Óleos essenciais na verdade são óleos muito aromáticos e muito voláteis, compostos por estéres, alcools. Diferentes de óleos vegetais, eles se dissolvem em óleo e também em alcool.

 

Normalmente, esses óleos não são baratos. É verdade, mas sua composição nas fórmulas varia entre 1% e 20% (no caso de perfumes), ou seja pode nem ser a parte mais cara do seu produto. Num creme para o rosto por exemplo, 1 a 2% é mais do que suficiente. Para o corpo ou cabelo, essa proporção pode ser um pouco maior (2 a 5%). e aumenta no caso de perfumes (até 20%). De qualquer forma, eles são a cereja do bolo, eles pefumam e tem propriedades curativas para doenças da alma, da mente e do corpo.

 

Extremamente mais voláteis e aromáticos do que os outros óleos, seu processo de extração é muito mais difícil e custoso.  Existem algumas maneiras de extrair óleos essenciais: as principais são por destilação, e extração por meio de solventes (próximo post eu falo mais sobre elas). Na maioria das vezes uma quantidade enorme de matéria prima é necessária para a produção de pequenas quantidades de óleos. Nos processos de destilação do óleo essencial por vaporização, o vapor que sai do material da extração é separado em óleo e água (em maior quantidade). A este óleo se chama óleo essencial e o líquido dá-se o nome de hidrolato (você pode ter ouvido falar de água de rosas, e de flor de laranjeira, são doi exemplos de hidrolatos) . Os dois carregam diferentes propriedades da planta de que foram extraídos.

 

AROMATERAPIA

 

O olfato é um sentido pouco explorado ( e muito preciso) como forma de tratamento de doenças, mas é um poderoso acesso ao nosso sistema límbico, ou seja consegue chegar nas áreas do nosso cérebro não acessíveis à nossa mente consciente. Isso significa alcançar lembranças e sensações diretamente na origem delas. Quem nunca relembrou momentos e sensações por causa de um cheiro familiar? Pois é assim que um bebê sobrevive na natureza: conhecendo o cheiro da mãe, do leite. É fundamental para nossa sobrevevicência sentir cheiros: para evitar comidas estragadas, reconhecer um lugar, pessoas, até para se apaixonar! Pois é deste princípio que parte a Aromaterapia: do uso medicinal e terapêutico desses óleos essenciais para curar doenças, cuidar da pele e despertar boas lembranças. Ela estuda as propriedades e os usos de cada um dos vários odores existentes e seus efeitos no nosso corpo. É uma grande ajuda na hora de escolher e perfumar os cuidados que fazemos e usamos. Correntes da aromaterapia os usam até por via oral, embora normalmente seu uso não seja recomendado e para tanto é preciso consultar um terapeuta experiente para que seja feito sem riscos.

 

 

 

ALERTA!

 

Óleos essenciais não são a mesma coisa que essencias, que são produzidas artificialmente para imitar o cheiro ou gosto de uma planta. Normalmente bem mais baratas que seus correspondentes naturais. Mas embora o cheiro se pareça, as assencias não tem as propriedades que são encontradas nos óleos essenciais. Parece, mas não é! E o corpo sabe muito bem disso e não reage da mesma maneira às duas, por mais similares que elas sejam.

 

 

Não é recomendado também para a maioria dos óleos essenciais que sejam aplicados diretamente na pele.   É preciso que sejam diluídos em outros óleos carreadores (os vegetais por exemplo). A mistura de óleos essenciais e vegetais é sempre uma boa opção pra nutrir e cuidar da pele (e da mente), o que obviamente vai depender dos óleos, da pele e do que se espera deles.

Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Cosmética consciente | consumo consciente | cosmética natural | Sustentabilidade  |  DIY  | cosmética artesanal  |  Slow Cosmetics  | Beleza Sustentável  | Slow Beauty