Manifesto

9 Jul 2019

Cosmo-ética é a vontade de fazer parte da beleza do planeta.

E entender que só existe um cuidado e que ele envolve todas as escalas.

Como disse o artista, somos formados por muitas peles: a epiderme que cobre o corpo; as roupas, nossa voz, nossa expressão; a casa, nosso quintal, a família e nossos pares, nossa comunidade, o bairro onde vivemos, a cidade; a cultura que nos envolve, nossos hábitos, nossa língua, nossos ancestrais e o planeta.

Tudo é pele. Tudo envolve e protege. Tudo expressa o que somos. 

Tudo isso é a pele da gente e a gente é uma célula da pele do todo.

Somos o todo e uma parte dele.

Todas elas sentem o toque, o amor, o carinho e o cuidado.

Todas elas dão prazer.... e dor.

E é preciso evitar a dor desnecessária, os cortes profundos e queimaduras severas.

É importante cuidar de todas as peles ao mesmo tempo e sempre, pra que essa dor não chegue forte e cortante. Porque ela pode vir de qualquer pele, que dói igual.

A única beleza possível é a se conecta com o resto todo.

É aquela que cuida, aceita e aproveita o melhor do que se tem. 

Que sente, que tem e dá prazer, amor, cuidado, frutos. É a da pele que cicatriza e estanca as dores. Próprias e alheias. A que se regenera. Que esquenta, que sua, que nos equilibra. Que se perfuma com a vida e tem seus cheiros naturais. Que inclui e admira outras belezas. Porque a beleza na verdade é uma singularidade que tudo tem em si, naturalmente.

Só o conjunto de todas as peles cuidadas pode fazer uma pessoa completa.... e bonita.

 

É preciso cuidar da pele da gente!

De todas as peles da gente.

 

Essa é a cosmœtica que eu pratico, acredito e convido todo mundo a praticar!

 

Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Cosmética consciente | consumo consciente | cosmética natural | Sustentabilidade  |  DIY  | cosmética artesanal  |  Slow Cosmetics  | Beleza Sustentável  | Slow Beauty