Perfume: pode cheirar muito mal

18 Nov 2019

Todo cosmético que a gente usa tem perfume. É normalmente a parte mais cara dos ingredientes de um produto cosmético. Na verdade todo produto que a gente consome incluindo amaciantes de roupas (um dos que tem mais e que são mais tóxicos), fraldas, roupas e sapatos, lugares, tudo tem perfume. Isso porque a industria sabe que o odor entra na nossa cabeça e não sai mais e nossa (boa) memória olfativa faz a gente comprar mais e sempre.

Existem 3059 ingredientes listados como perfumes pela IFRA (International Fragrance Association).

O que aparece no rótulo como Fragrance, perfume, parfum, aroma, musk ketone, musk xylene, galaxolide, tonalide pode esconder um monte de produtos tóxicos que a industria tem o direito de chamar assim por serem aromáticos, ou em concentrações menores que 1%. Ou seja, perfumes sintéticos podem camuflar um número enorme de ingredientes nocivos.

 

Os perfumes sintéticos são responsáveis por uma diversidade de problemas de saúde. 11% da população mundial tem alergia à perfume. Você pode ter e nunca vai saber que tem, porque os responsáveis por esse tipo de alergia respiratória podem ser confundidos com: poluição, mofo, cigarro. E a gente não repara que tudo a nossa volta está lotado de fragrancias artificiais (não confundir com aquelas derivadas de óleos essenciais).

Perfumes sintéticos podem desencadear episódios de asma, bronquites e doenças respiratórias variadas.

Alguns ingredientes usados para dar cheiro, principalmente os musks sintéticos (muito usados em perfumaria) são considerados disruptores hormonais, levando à infertilidade em alguns casos.

Existem substâncias conhecidamente cancerigenas, neurotóxicas e tóxicas para o meio ambiente.

Além disso, o excesso de perfumes faz a gente ir pendendo um dos nossos sentidos - o olfato - tão importante pra gente reconhecer nossa mãe quando a gente nasce, nossa cria quando ela nasce, nossos afetos - de parceiros e parceiras até amigos, a gente se reconhece e gosta pelo cheiro, a comida que a gente come, nossos ciclos e até algumas doenças quando a gente está bem treinado olfativamente.

 

Eu escrevi esse post hoje porque ontem eu fui ao teatro e passei momentos de terror porque a mulher que sentou na minha frente tomou um banho de perfume por sinal muito ruim pra mim, e provavelmente muito cheiroso pra ela, o que por si só já é uma questão: quem garante que o perfume que eu amo é o mesmo que o seu! Essa nuvem de fedor contaminou a micro sala do espetáculo e desencadeou em mim uma alergia monstruosa, que um mês de mudança e 4 gatos que dormem comigo não tinham feito ainda. Passei uma noite horrível e vim fazer uma campanha: É urgente que exista uma "etiqueta olfaiva"! 

 

A gente reclama, mas a causa é justa e o argumento é bom. ;)

 

 

 

Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Cosmética consciente | consumo consciente | cosmética natural | Sustentabilidade  |  DIY  | cosmética artesanal  |  Slow Cosmetics  | Beleza Sustentável  | Slow Beauty