Chumbo no batom

12 Jan 2018

 

Em 2007 a organização “Campaign for Safe Cosmetics” publicou uma pesquisa com marcas famosas de batom, mostrando que 61% deles continha chumbo em quantidade bem acima da permitida, incluindo entre elas marcas caras como a Dior. As empresas com PIOR rendimento são Procter & Gamble (Cover Girl), L’Oreal (L’Oreal, Body Shop e Maybelline) e Revlon. Com a L’Oreal ocupando 5 entre 10 posições entre os piores.

Em 2009 a FDA americana refez o estudo e achou quantidades ainda maiores de chumbo, 4 vezes mais alta em alguns casos. Em 2010, a agência americana publica uma lista agora com análise de 400 batons, a lista completa com as marcas  e as quantidades encontradas pode ser vistas no link aqui. Crianças são especialmente mais suscetíveis pois há risco de danos no desenvolvimento cerebral.

 

Outros metais pesados em maquiagem incluem mercurio (como conservante e aditivo de cor), arsenico (aditivo de pigmentos), chromio em cores verdes, cobalto e níquel.

 

Nos rótulos podem aparecer como listado abaixo, ou muitas vezes nem sequer serem listados.

 

Lead acetate, chromium, thimerosal, hydrogenated cotton seed oil, sodium hexametaphosphate.

 

Não há níveis saudáveis ou considerados seguros dessas substâncias. 

Não há!

 

Chumbo não é o único metal pesado encontrado em batons, um estudo da Universidade da Califórnia (aqui, pra quem lê inglês) testou também 8 batons e 32 glosses e encontrou em 24 delas cromo, cadmio, aluminio, manganes e chumbo em quantidades nem tão altas mas que podem ter efeito cumulativo a longo prazo. Isso sem contar que a maioria dos batons vendidos no mercado são feitos a base de petrolatos (falei deles aqui) que por si só já são problemas para a pele, pro corpo, e pro meio ambiente.

 

Os riscos para saúde reacionados a exposição a metais pesados incluem:

 

- Neurotoxidade: ligadas a problemas na aprendizagem, linguagem e comportamentais.

- Redução de fertilidade em homens e mulheres

- Desregulações hormonais e irregularidades hormonais, incluindo desenvolvimento da puberdade tanto em homens quanto em mulheres.

 

O argumento sempre usado pelo FDA, e naturalmente, pelas industrias produtoras é que a quantidade desses ingredientes nos produtos é tão baixa, que efetivamente não causaria dano considerável. Bom, se você usar o batom uma vez na vida, é verdade sim. Só que calcula-se que uma mulher pode reaplicar o batom até (ou até mais) de 14 vezes POR DIA! POR DIA! Aí, vamos combinar que o risco de efeitos nocivos aumenta um pouco... usando todo dia, durante anos... e pra piorar bem na boca, diretamente pra dentro do corpo.

 

Você pode encontrar batons feitos com mica, óxidos de ferro e cores vegetais, em bases naturais de óleos e manteigas vegetais. Além de saudáveis, e eco-amigáveis, tem performance, duração e fixação maravilhosas.

 

 

Referências:

 

Veja aqui o artigo do safe cosmetics em inglês!

 

Concentrations and Potential Health Risks of Metals in Lip Products

 

http://news.berkeley.edu/2013/05/02/toxic-metals-in-lipstick/

Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Cosmética consciente | consumo consciente | cosmética natural | Sustentabilidade  |  DIY  | cosmética artesanal  |  Slow Cosmetics  | Beleza Sustentável  | Slow Beauty